Introdução

Mãe de 3 filhos (Rodrigo, Philippe e Fernanda), avó (quatro netas: Eduarda, Mirela, Luna e Laura), Supervisora Educacional, Profª aposentada de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira; Pedagoga e Pesquisadora, Graduada em Letras e Pedagogia e Pós-Graduada (Especialista em Língua Portuguesa e Iniciação Teológica); Mestre em Letras e Ciências Humanas. Trabalho muito, estudo bastante, adoro pesquisar, ler boas obras; folhear jornais e revistas, assistir telejornais; viajar, ir ao Shopping, utilizar a Internet. Crio algumas "quadrinhas", gosto de elaborar projetos que não sejam engavetados.

The Daily Puppy

Daily Calendar

Postagens populares

Total de visualizações de página

http://www.lokaliza.com.br

Notícias

Loading...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Não haveria a história de minha vida...



Nem haveria a história de minha descendência
Se esta história de vida não existisse...
Abençoados sejam todos de minha ascendência
E todos de minha descendência
Que o Senhor nos abençoe e nos guarde!

Assim seja! Amém!

“Livro dos casamentos da freguesia de Guide, 1862

Mosteiró
Aos três dias do mês de Março, do ano de mil oitocentos e sessenta e dois, pelas onze horas da manhã, na capela de Mosteiró, anexa de Guide, Concelho e Distrito Eclesiástico de Mirandela, Diocese de Bragança, perante mim o Presbítero Luiz António Alves de Morais, Reitor da mesma freguesia, compareceram os nubentes, Francisco Joaquim e Brízida da Pureza, os quais conheço e dou fé serem os próprios, com certidões de prévia e livre denunciação por três dias festivos nesta freguesia e na de Vale de Gouvinhas, e com os mais papéis do estilo correntes sem impedimento algum canónico ou civil para o casamento dos mesmos nubentes, ele de idade de trinta e um anos, solteiro, batizado na freguesia de Vale de Gouvinhas, filho legítimo de Manuel José e Maria Costa, neto paterno de José António da Silva e de Francisca Pinheiro, da Ribeirinha, materno de António José da Costa e Maria Joaquina, da mesma freguesia de Vale de Gouvinhas, ela de vinte e seis anos, solteira, batizada na freguesia de Guide, filha legítima de Manuel da Costa, lavrador, e de sua mulher, Merenciana, neta paterna de Manuel da Costa e Maria Rodrigues, e materna de Francisco Alves e Maria Manuela, da Quinta de Mosteiro, aos quais interroguei solenemente, e havido o seu mútuo consentimento por palavras de presente se receberam por marido e mulher, e os uni em matrimónio, e seguidamente lhes lancei a Bênção Nupcial, procedendo em todo este acto conforme o rito da Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana; sendo testemunhas presentes, que conheço
Lino dos Santos, jornaleiro, e João Alberto, lavrador de Mosteiró. E para assim constar lavrei em duplicado o presente assento, o que depois de ser lido e conferido perante os cônjuges e testemunhas, com todos assinei
Era ut-supra. A rogo dos Nubentes e como testemunha
Lino dos Santos – João Alberto
O Presbítero Luiz António Alves de Morais”

sábado, 9 de janeiro de 2010

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Muito interessante ler (publicado em "O Globo", de 01/01/2010)



Tudo bem... Eu sou pesquisadora, respeito todas as linhas de pesquisa, respeito as lutas, mas... Ninguém é de ferro! Não dá para perder certas piadas! As coisas têm caminhado para a tragicomédia! A vida extrapola a tragédia e a comédia! Nem o Teatro Grego aguenta a concorrência! A vida real tem sido "Hours Concours"!

Ops, pessoal! Há algumas "moderníssimas tendências" que desprezariam as propostas dos itens 4, 6 e 7 desse texto! Sabem por quê? Porque só aceitam até quatro opções! Mais que isso, confunde-se "os meninos"! Vá se entender essa visão! E paga-se muito caro para adequar-se a esses avanços "pós-ultra-mega moderno-contemporâneos" e espaço siderais de tão além das estrelas e além dos horizontes jamais vistos ou sequer imaginados! Realmente, é avanço demais para nós que somos simples mortais.

Final de ano X Início de ano

Que finalzinho de ano nonsense! Em toda a etimologia da palavra! Não há o menor sentido em “certas” (?) situações ilógicas... Sabe quando as peças não encaixam e fazem uma “forçação” de barra para que sejam providas de sentido? Não há coerência alguma, quando uma pessoa é “arrimo” de família, ter seu emprego “subtraído”, “furtado” por mãos (que escrevem “bilhetes azuis”), ouvidos maus que entendem o que querem (e o que lhes interessam) “entender”, olhos maliciosos que leem com a maldade que, lamentavelmente, lhes habita o coração e línguas insanas que divulgam o voto fatídico, na missão do trenó assassino do Papai Noel de pesadelos (Credo ! Tirem nossas crianças da sala!), numa cúpula formada sei lá por quais cabeças cortadoras de cabeças!
Em fatos assim, tão enlouquecedores, em nome de uma pseudo liberdade de escolha e decisão, somente um grito de dor, (mais doída que a de parto), bem gritado, minimiza maiores malefícios para a saúde física e mental de quem é covardemente agredido, em nome de uma “economia” indecente... Que "viagem" assustadora, que tira qualquer colorido das festas de finzinho de ano, planejadamente feliz...
E, no final, o "laudo" vai para o lado mais sensível! Ah, "mais sensível" não significa ser doente; muito menos frágil; e jamais "burro", bobo, infantil, imaturo ou incompetente! Mas, o inusitado acontece... Em tempo: Campanha da Fraternidade de 2010! Tema: Economia e Vida. Lema: “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24c).

Amo Filosofia (entre tantas Ciências do Saber), frases bem escritas e inspiradas pelos Dons Divinos, pensamentos imortais, provérbios... "A injustiça, senhores, desanima o trabalho, a honestidade, o bem; cresta em flor os espíritos dos moços, semeia no coração das gerações que vêm nascendo a semente da podridão, habitua os homens a não acreditar senão na estrela, na fortuna, no acaso, na loteria da sorte, promove a desonestidade, promove a venalidade [...] promove a relaxação, insufla a cortesania, a baixeza, sob todas as suas formas." (Rui Barbosa)

Bem (e em Paz!), mudando de assunto... Um Novo Ano se descortina! Desvelemo-lo! Há muitas ações concretas a caminho! Tudo pensando no que é bom para colaborar na construção de um mundo que se pretende, de Verdade -e grande Amor e Fé no coração-, seja melhor! Sem balanços de 2009 ( o único “balanço” que me agrada é o da lembrança de minha infância e o que admiro minha neta - e assistirei futuros outros netos e netas – balançar [em])!



Pretendo fazer uma listagem bem importante de ações (e realizações) para Vinte Dez! Aliás, venham todos os “dez” da “qualificação” de Mestrado, da defesa do mesmo, das provas do Doutorado... De tudo de positivo e bom para a minha vida e das pessoas que AMO! E que merecem todo o meu Respeito! Com as Bênçãos maravilhosas de Deus!
Assim, graças a Ele e em nome dEle, leituras já! Merecidas! De livros que adquiri com o suor de meu rosto! Estou cá, com os meus maravilhosos pesquisadores, teóricos renomados, tais: Bakhtin, Fairclough, Foucault, Bronckart, Maingueneau, Coracini, Fiorin, Orlandi, Marcuschi, Moita Lopes, Rojo e Cia! Façamos nossas "Análises Críticas do Discurso"!
Feliz Vinte Dez para todos ! Que o Ano Novo seja de maravilhas abençoadas por Deus, nosso Pai!
Ninguém jamais tirará de mim a história de vidas da quais venho e aquelas que ajudo a construir, a edificar, como pessoa humana e profissional responsável, nesses 50 anos de Vida e 32 anos de Magistério! Amém!